Moradores do bairro Cidade Nova participam de ações de prevenção às drogas em Porto Velho

23/11/2015 às 03h11

Centenas de pessoas participaram no sábado (21) das atividades do Projeto “Acordar! Drogas, problema de todos”, do governo de Rondônia, na praça Francisco Holanda, bairro Cidade Nova, zona Sul de Porto Velho.

O Acordar tem por objetivo informar e sensibilizar a população frequentadora de espaços coletivos diversos, sobre a prevenção ao uso indevido de álcool e outras drogas, minimizando os fatores de risco e fortalecendo os fatores de proteção contra dependência química.

Foram montados palco para apresentações artísticas e culturais, e tendas para as ações de saúde, esportivas, recreativas e distribuição de material informativo sobre os serviços ofertados pelo Centro de Referência de Prevenção e Atenção a Dependência Química (Crepad) e sobre a rede de atendimento.

A diarista Luciana Alves, separada do marido por conta da dependência química dele, foi uma das inúmeras pessoas a elogiar a iniciativa da Superintendência de Estado de Políticas Sobre Drogas (Sepoag). “Muito importante estas atividades que chamam atenção para o problema do álcool e drogas”, disse ela, acompanhada dos dois filhos adolescentes.

Na ocasião, foram distribuídos folders informativos sobre os trabalhos de prevenção, tratamento e reinserção social da Superintendência. Na tenda de saúde realizados testes rápidos como aferição de pressão arterial, glicemia capilar, oximetria e medição de temperatura.

Na tenda das crianças e adolescentes foram ofertados jogos de bimbolim, balões artísticos, pinturas, fantoches, pula-pula, aula de jiu jitsu e várias brincadeiras.

No palco, as atrações ficaram por conta das banda de pagode Exaltando a Cristo, Grupo Cristo Crew de Hip Hop, Banda Crivelli de forró gospel, orquestra Som de Esperança da Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra Brasil), Companhia de Dança Ray Quintino e banda Folhetos, que se apresentaram voluntariamente.

Todas as atividades deram ênfase à importância do fortalecimento dos vínculos familiares e coletivos, por meio de atividades que estimulam crianças, adolescentes e jovens à prática saudável como fator de proteção contra as drogas.

Experiências mostram que a repressão e o combate ao tráfico, embora sejam necessários e importantes, não são suficientes para enfrentar o fenômeno social e os diversos problemas causados pelo consumo de drogas. Faz-se necessária estratégia de prevenção com envolvimento da população para romper o ciclo que leva a agravos físicos, emocionais, sociais e à dependência química.

A equipe da Sepoad e parceiros já preparam o próximo Acordar para os dias 3 e 4 de dezembro, no município de Ariquemes.

O trabalho de prevenção do Acordar será levado a outros espaços coletivos nos bairros de Porto Velho e a outros municípios, para que a sociedade de um modo geral seja co-participante no processo de prevenção ao uso e abuso do álcool e outras drogas, problema vivenciado por todos. “O enfrentamento da dependência química deve ser feito com a participação governamental e da sociedade”, afirma o superintendente Waldo Alves

O projeto Acordar conta com a participação de toda a equipe da Superintendência de Estado de Políticas Sobre Drogas e parcerias das Secretarias de Estado de Saúde ( Sesau), de Educação ( Seduc) e de Segurança Pública ( Sesdec); das Superintendências da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel) e de Comunicação Social (Secom); do Proerd, Secretaria Municipal de Trânsito ( Semtran), Coordenadoria do Município de Ações Urbanísticas, Igreja Metodista Wesleyana do Cidade Nova e Faculdade São Lucas com acadêmicos de enfermagem.

Fonte: ASCOM