Suspeito de roubo é espancado até a morte por vítimas em Porto Velho

7/03/2016 às 09h03

Um homem de 34 anos, apontado pela polícia como autor de vários roubos a residências, foi espancada até a morte, durante uma suposta tentativa de assalto, no início da manhã deste domingo, na Zona Leste de Porto Velho. Segundo moradores que teriam presenciado a ação, as próprias vítimas teriam dominado o suspeito e com socos, paus e pedras, o mataram. Ele teria tentado roubar um aparelho celular de um casal.

O caso aconteceu por volta das 5h30 da manhã, nas imediações da Rua Mané Garrinha com Raimundo Cantuária, no bairro Socialista. À polícia, o casal informou que voltava de uma festa de aniversário quando o carro em que estavam apresentou problema mecânico. Eles tiveram que parar o veículo e, quando tentavam ver o que havia acontecido, teriam sido abordados pelo suspeito, que ofereceu ajuda.

Outra versão dá conta de que o carro em que o casal estava caiu com um dos pneus num bueiro e que o suspeito foi convidado a ajudar.

Depois de conversar com as vítimas, o homem teria se retirado alegando que iria buscar ferramentas para ajudar no conserto do veículo, mas teria retornado momentos depois com uma pistola de pregar grampos. Simulando estar portando uma arma de fogo, ele teria exigido que o casal entregasse o aparelho celular e outros pertences. Mesmo sem saber que a suposta arma do suspeito era falsa, o casal teria entrado em luta corporal com o homem e o dominado. Uma das vítimas (o homem) ainda levou uma pancada na cabeça, que perfurou o couro cabeludo.

Uma mulher que disse ter presenciado toda a ação, mas que não se identificar, relatou como ocorreu o espancamento. "Eles (vítimas) dominaram o suspeito e, com a ajuda de outro homem, bateram nele com paus, chute e socos. Quando ele (suspeito) já estava atordoado foi atingido na cabeça com uma pedra grande. Ainda gritamos para que não fizessem aquilo, mas as vítimas estavam bem alteradas", narrou. O terceiro homem que teria ajudado no espancamento não foi localizado pela PM.

Ainda segundo a moradora, o suspeito era conhecido pelos roubos que cometia porque também era usuário de drogas. "A família dele ainda chegou a ver ele morto. A mãe chorou, mas ninguém esboçou reação contra as vítimas da tentativa de roubo", acentua.

No boletim de ocorrência, a Polícia Militar diz que vários populares participaram do linchamento. O caso foi registrado na Central de Polícia.